blog filosófico, cultural e político
Domingo, 20 de Janeiro de 2008
O PRINCÍPIO DO FIM DO QUE MAIS AMAMOS

Em conversa com o meu amigo Manuel António Pina, ultimamente muito solicitado pelos políticos em busca da legitimação dos intelectuais, manifestou-se ele esperançado de que o jornal em suporte de papel nunca morresse, porque não há nada que substitua o prazer de tactear e de cheirar o papel.

Infelizmente, não posso ser da sua opinião, eu que não consigo ler grandes textos a não ser em suporte de papel, eu que desde que tenho consciência de mim tenho vivido no prazer de tactear e cheirar o papel que serve de suporte ao que leio.

 A nova geração que começa a surgir já aprende a ler e escrever nos computadores. O prazer do tacto é, para eles, o prazer das teclas, que poderão aproximar-se dum instrumento musical qualquer. Talvez, e ainda em breve, os computadores proporcionem aos seus leitores os odores mais insólitos.

Por outro lado, talvez esta descomunal destruição da floresta, tão essencial à vida, que é indispensável para que o jornal e o livro existam,  seja visto pelas gerações futuras como um obsoleto crime ecológico.

Se a tudo isso acrescentarmos a leveza, a maleabilidade e a vastidão de conteúdos que as futuras tecnologias, com toda a certeza, irão proporcionar no domínio da informação electrónica, compreenderemos que estamos a assistir ao princípio do fim do uso em massa do suporte de papel para o jornal e o livro.

Ao princípio do fim dos pilares do que mais amamos.



publicado por henrique doria às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Domingo, 13 de Janeiro de 2008
BEBO ESTE VINHO ACIDULADO E TRISTE

Bebo este vinho acidulado e triste

no copo onde boia

o tambor da minha infância a arder

e aí vou eu de espada flamejante em riste

olhando a vida toda a perecer-

-vou pela dor dos campos

onde morde a erva o boi da paciência

que me viu nascer

-vou pelos ares dentro dos olhos

duma águia errante

que o sol cega quando vai morrer

-vou pelos mares num anel

de fogo que os odres do céu sopram

 

pra mim e a ti - pra tudo envolver.

 

HENRIQUE DÓRIA



publicado por henrique doria às 12:08
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Domingo, 6 de Janeiro de 2008
...
O Mensageiro das Trevas apareceu-lhe na cama,


publicado por henrique doria às 11:42
link do post | comentar | favorito
|

ÁMEN PARA O SACRÍLOGO

O Mensageiro das Trevas apareceu-lhe na cama quando ele sonhava com Lolita. Não teve hipótese de lhe fazer um manguito. E muito menos de fazer uma punheta antes de se despedir da Luz. Nunca nos dá hipóteses O Mensageiros das Trevas. O Filho da Puta. Levou a liberdade e a loucura. Levou às costas aquele que sempre se recusou a ser levado. Até, ao Fim.O Luiz ( ou Luís, como queiram, que já de nada se importa) Pacheco.

Fica um enorme buraco na Terra.

Ámen para o sacrílogo



publicado por henrique doria às 11:26
link do post | comentar | favorito
|

LUÍS PACHECO PASSEANDO DISFAÇARDO EM BRAGA, A SACRÍLEGA


publicado por henrique doria às 11:16
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

CANTA CORAÇÃO CANTA

MULHER -LEITO PEQUENO

VOLTA O MUNDO AO CONTRÁRI...

O AMOR

FRAGMENTO

OUVE O TAMBOR DO MAR

FRAGMENTO

FRAGMENTO

NO BRILHO TRIUNFANTE

FRAGMENTO

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds