blog filosófico, cultural e político
Domingo, 28 de Junho de 2009
COMO SE ESTIVESSE ALI O NOSSO DESTINO

 LUCIO FONTANA

Como se estivesse ali o nosso destino

Sobre a terra

De nós que sofremos a vida

Até às esquecidas margens

De pedra em pedra frágeis

Mais ainda do que as águas

Tombando vamos sobre os dias

À procura do mar

Que enfim nos salve da dor

Eternamente começada

Em sua espuma inocente.

 

A lua reclina então a sua face exausta

Nosso espelho, irmã no fim

Que sabe ser o infinito azul.

 

HENRIQUE DÓRIA- Círculo da Terra



publicado por henrique doria às 13:05
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 26 de Junho de 2009
O MANIFESTO DOS 30 "SÁBIOS" MENOS DOIS

O MANIFESTO que trinta pretensas personalidades políticas deram à luz recentemente é apenas um acto de BAIXA POLÍTICA, de apoio encapotado a essa desgraça nacional que se chama Manuela Ferreira Leite e à fome de poder do bloco de direita PPD/CDS ( sem prejuízo de haver muita fome também no PS).
Revestido da sua aura pretensamente técnica, o que eles e outros estão a fazer é baixa política, pondo em prática o seu ódio a Sócrates ( como diria o Marinho Pinto eu até sou insuspeito porque não irei votar nele).

Senão como explicar que sendo o TGV uma opção do PPD e do CDS que data de há tantos anos, só agora esses senhores tenham vindo levantar o problema, agora que a despesa pública que se vai fazer é muito inferior à que essa dita cuja Manuela Ferreira Leite há meia dúzia de anos entendeu que era essencial para o futuro do país?
SÓ PODE SER IGNORANTE OU DESONESTA A AFIRMAÇÃO DESSES SENHORES DE QUE HÁ QUE AUMENTAR A CIRCULAÇÃO NA LINHA DO NORTE.
Eles sabem muito bem que tal não é possível porque os actuais intervalos de segurança entre os comboios são de 8 minutos, e a normas internacionais apontam para 15 minutos.
Eles sabem muito bem que o TGV de Madrid a Sevilha, por exemplo, dá lucro. Que as ligações aéreas entre Madrid e Sevilha acabaram devido ao TGV. E sabem bem que tal sucederá relativamente às ligações Lisboa-Madrid e Lisboa-Porto se tivermos TGV.

E que o TGV dará lucro nessas linhas, ao contrário do comboio.

E, sobretudo, sabem que o que pouparemos em factura energética e conservação do ambiente é MUITO IMPORTANTE.
Sabem mas dizem o contrário só por isto: FAZEM POLÍTICA RASCA.
E O QUE É QUE ESSA GENTE TODA QUE FOI MINISTRO AO LONGO DOS TEMPOS, CERTAMENTE NOS ÚLTIMOS 25 ANOS DO PAÍS, FEZ POR ESTE PAÍS?
ENTÃO TODOS ELES SOMADOS GOVERNARAM O PAIS DURANTE MAIS DE 25 ANOS E AINDA VÊM DAR LIÇÕES DE BOA GOVERNAÇÃO DIZENDO QUE O PAÍS ESTÁ MAL?

MAS ELES NÃO TÊM RESPONSABILIDADE NO FACTO DE O PAÍS ESTAR MAL?
Se há algo que provoque a minha indignação é este comportamento cínico e sofismático.

Eles sábios?

Depois de ter lido HAROLD BLOOM, esta palavra referida a eles soa a blasfémia.



publicado por henrique doria às 22:19
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 19 de Junho de 2009
DIÁRIO

15 Junho 2009

 

Na semana passada morreu de cancro a minha cunhada Arlete. Esta semana iniciou-se para mim com notíca de um cancro na Nina, uma dessas pessoas admiráveis que encontramos na blogosfera, no meio de tanta vulgaridade.Pensar a Nina é pensar a bondade e a beleza. Parece que Deus tem mais prazer em destruir mais cedo os melhores seres que criou.Talvez um fortíssimo círculo de amor à sua volta consiga com que o homem contrarie o desejo de Deus. Por isso irei fazer, com tantos para os quais a Nina é muito importante, um círculo de amor à sua volta.

...

 CANCER

17 Junho 2009

...

Gosto da frontalidade do Marinho Pinto, virtude que é cada vez mais rara num mundo em que a oportunidade passou a ser a regra essencial da sobrevivência ou do triunfo.

...

A correcção dos seus dizeres nem sempre tem sido a melhor. Mas é melhor dizer incorrectamente o que deve ser dito do que não o dizer.

...

A notícia e, sobretudo, a morte do Pedro Bourbon fez-me sentir culpado do modo distraído e trivial com que passo a minha vida, perdendo muito do que nela é essencial: a vivência da amizade.

Caindo em mim, só pude pedir desculpa aos excelentes filho do Pedro, através dos quais tive a notíca de que morrera, há três anos, com um cancro.

...

Muito boa notícia: os marcadores da Nina não são cancerosos.Há a possibilidade de o cancro ser controlado.



publicado por henrique doria às 23:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Domingo, 14 de Junho de 2009
A VIDA É UM JOGO DE CRIANÇAS DISTRAÍDAS

Lucio Fontana-Luciano Fabro

 

Pela primeira vez me encontrei só, numa capela mortuária, a velar um morto amado.Ali ao lado, a Igreja, o cemitério  e as vozes agitadas da manhã de Primavera.

Dentro da capela, a paz sofrida junto da morta amada faz-me perceber melhor quanto a vida é um jogo de crianças distraídas que acaba entre flores e lágrimas.

Conseguiríamos nós suportá-la sem a ajuda de uma religião salvífica se assim não fosse?

Creio que não.

Mas a  esperança de salvação eterna destrói-se a ela própria perante a presença constantemente repetida da morte e do sofrimento, em todos os lugares.

E, depois, os que nos prometem a salvação tudo fazem para parecerem os primeiros a não acreditar nela.

Por exemplo, o padre desta igreja que não podia rezar a missa de corpo presente porque não tinha tempo para isso, teve necessidade de mostrar o seu poder impedindo um sobrinho meu, que frequenta o último ano do seminário e faz a celebração como a Igreja lho permite, de fazer essa celebração.

Segundo esse padre, quem mandava na sua igreja era ele. Por isso, ali, só ele celebrava.

Certamente que este padre não acredita na salvação.

Estava apenas a jogar o jogo de criança distraída.

 

HNERIQUE DÓRIA-Fragmentos



publicado por henrique doria às 12:12
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Domingo, 7 de Junho de 2009
A LIÇÃO DA EUROPEIAS

A DRAMÁTICA ABSTENÇÃO

Se há um motivo forte de reflexão em relação às eleiçõe europeias de hoje é o nível elevadíssimo da abstenção em toda a Europa, mas particularmente em Portugal.

Responsáveis por isso?

Em primeiro lugar:

os portugueses, que se interessam muito pela Europa na medida em que ela os ajuda a viver acima das suas posses;mas quando se trata de se responsabilizarem pelo futuro da Europa através do voto preferem ir dar uma volta pelo centro comercial, nem que seja só para verem as montras.

Em segundo lugar:

os partidos políticos que nas eleições europeias discutiram tudo menos a Europa, contribuindo para o alheamento dos eleitores que bem sabiam que estas elçeições eram para o Parlamento Europeu e não para o Parlamento Nacional.

De tudo o que se declarou hoje anoto apenas como importante o que disse Rui Tavares, o 3º deputado eleito pelo Bloco de Esquerda:

(cito de cor) "Só a Europa nos pode salvar; só nós poderemos salvar a Europa."

Mas parece que os diferentes povos da Europa não perceberam ainda que só a sua união os poderá salvar, e os próprios governos dos países europeus, imersos no seu egoísmo e na sua mediocridade, também ainda não perceberam essa verdade evidente.

Não parecem ter percebido que, no mundo cada vez mais globalizado em que nos encontramos, só a construção de um grande bloco europeu poderá preservar não só a cultura comum de que tem tanta legitimidade para se orgulhar, mas também a economia de que tem todo o interesse em preservar como primeira economia mundial.

Se os europeus e os seus governos ainda não perceberam,  convém que percebam que estão em causa a democracia e a paz em todo o espaço europeu, que a União Europeia e, antes, a Comunidade Económica Europeia consolidaram ao longo de meio século.

OS RESULTADOS ELEITORAIS

Durante algum tempo, apoiado nas sondagens, ainda acreditei que o PS ficaria em primeiro lugar no número de votos expressos.

Mas os resultados eleitorais ditaram a sua derrota clamorosa, se bem me lembro um dos piores resultados de sempre do PS.

Foi o resultado da sua cegueira política em alguns sectores, em particular na função pública, e, dentro desta, na educação.

O PS arrogante ainda não percebeu até que ponto foram a arrogância e a incompetência da ministra e dos seus secretários de estado, os principais culpados pela sua derrota.

O PSD venceu. Mas este seu resultado foi também um dos piores em eleições europeias.À direita salvou-a sim a inesperada resistência do eleitorado do CDS, que ainda lhe dá esperanças de poder governar face a uma esquerda largamente maioritária, mas dividida.

Vencedor foi, sem margem para dúvidas, o Bloco de Esquerda: mais que duplicou os anteriores resultados e passou de um deputado para três.

O resultado da CDU é algo ilusório, porque o eleitorado da CDU tem uma fidelidade que não existe em relação aos outros partidos, incluindo o BE, pelo que a abstenção a favoreceu muito. Em futuras legislativas se verá quanto os 10,7% de hoje são ilusórios, mas não o são relativamente ao Bloco de Esquerda.

VITAL MOREIRA

Ao contrário dos analistas políticos que, como damas de chá e canasta se escandalizaram com a frontalidade de Vital Moreira, entendo que a sua actuação se pautou pela frontalidade e pela verdade, nem que fosse a sua verdade, de que muitas vezes discordo.

Num país de medíocres e videirinhos, quem usa a frontalidade e a sua verdade corre o risco de ser derrotado. Vital Moreira ousou enfrentar a mediocridade e os falsos pudores e, como era inevitável, perdeu.

Mas não perdeu na consideração de quem não se conforma com a mediocridade e a videirice gerais.

Tentou trazer a Europa para o debate eleitoral. Não o conseguiu porque o PS não o deixou.

Viajei 180 km para votar nele, não no PS. Não estou arrependido. 

 



publicado por henrique doria às 23:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

CANTA CORAÇÃO CANTA

MULHER -LEITO PEQUENO

VOLTA O MUNDO AO CONTRÁRI...

O AMOR

FRAGMENTO

OUVE O TAMBOR DO MAR

FRAGMENTO

FRAGMENTO

NO BRILHO TRIUNFANTE

FRAGMENTO

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds