blog filosófico, cultural e político
Sábado, 16 de Abril de 2005
A CASA DA MÚSICA
A CASA DA MÚSICA é uma das obras a que não podemos ficar indiferentes por muitas e variadas razões.Eu que vivo mesmo a seu lado, muito menos. Via-a nascer, vi-a crescer, comi-lhe o pó. Agora ela aí está, o diamante por polir.
Não fui dos que apoiou a sua construção.O Porto é demasaido pequeno e medíocre para tão grandiosa obra. Não tem público para as suas casas de espectáculos: as suas salas de concertos ou teatro, a sua sala de ópera ( o Coliseu), os seus cinemas, estão frequentemente quase vazios. Salas excelentes como o Batalha, o Águia de Ouro e o Sá da Bandeira estão votados ao abandono. O Carlos Alberto está em morte lenta. Não havendo público para esses espaços, porquê construir mais um, quando o que se fará na CASA DA MÚSICA poderia fazer-se nesses espaços, que chegam e sobram para o puco e medíodre público que tem o Porto?
Como é que este país com tantas carências básicas, com uma pobreza que nos envergonha e revolta, se podia dar ao luxo de ter uma CASA DA MÚSICA, como se deu ao luxo de ter um Centro Cultural de Belém?
Mas tudo isso são interrogações do passado, porque ela aí está. E o que temos de reflectir é o seu presente e o seu futuro.
Quanto ao presente, a mediocridade risível de quem dirige A CASA DA MÚSICA presenteou-nos com uma abertura vergonhosa. Sorte a abertura só acontecer uma vez.
Quanto ao futuro, esperamos que seja URGENTEMENTE colocado à frente da CASA DA MÚSICA quem sabe o que é a música e a cultura, e foi afastado do projecto pelos comissários políticos em que o carreirismo e a ignorância se misturam, para que a programação futura não volte a causar-nos vergonha.
Felizmente que a CASA DA MÚSICA é uma belíssima obra arquitectónica que dá ao Porto um sinal de diferença, e poderá ser, para além da música, um motivo de peregrinação.
Por isso, agora que aí está, todo o país só poderá acarinhá-la, dar-lhe tudo o que merece, porque o que merece é muito, porque tem muito de todos nós.



publicado por henrique doria às 00:34
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De Anónimo a 23 de Abril de 2005 às 21:49
Subscrevo o que já aqui foi referenciado:
o público não é (todo) medíocre, o que não tem é
possibilidades económicas para frequentar certos
meios, que à partida já nascem elitistas...
Mas reconheço a sua beleza arquitetónica, a luz,
talvez só daqui a muitos anos sintamos os seus
benefícios.circe
(http://biscates.blogspot.com)
(mailto:fatimadureira@netcabo.pt)


De Anónimo a 20 de Abril de 2005 às 19:31
Para evitar que uma maior atrocidade se cometa nesta cidade do clientelismo e das cunhas;

Para que a Casa da Música não fique (mais) atrofiada, está a decorrer uma petição para que não seja construído o edifício espelhado atrás da Casa

www.defesadopublico.blogspot.comjoão santos
(http://..)
(mailto:joaoalmeidasantos@hotmail.com)


De Anónimo a 20 de Abril de 2005 às 16:48
Concordo com parte do teu texto!

Com grandes salas, em belos edifícios (estou a lembrar-me do Cine-Teatro S. João) vazias, sem público e, sem espectáculos que chamem o chamem, a Casa da Música foi, a nível financeiro, um murro no estômago.

Não gosto do edifício, ali plantado num local, que nem lhe dá a devida honra.

Talvez, no meio de um parque frondoso, com um belo relvado e jardins em volta, para mim, ficasse melhor…

Mas, esta é a minha opinião pessoal.

Abraço ;-)Menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_marota@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Abril de 2005 às 18:10
há tanto ainda por fazer...

e eu tenho tantas saudades de cantar no Porto...
:'(lena
(http://lenadagua.blogspot.com)
(mailto:degrausdelaura@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Abril de 2005 às 20:05
Meu caro,
O que for escrito por mim pode publicar à vontade:). Um abraço, Júlio Machado Vaz.Julio Machado Vaz
</a>
(mailto:drjmv@netcabo.pt)


De Anónimo a 17 de Abril de 2005 às 01:40
Texto com verdades acutilantes. Permito-me apenas discordar com a razão que apontas para o esvaziamento das salas de espectáculo no Porto. Não é só porque há público medíocre ... há público que não é medíocre e aprecia eventos culturais, não tem é possibilidades económicas para aceder à cultura !!! Um beijo e bom Domingo.Pink
(http://shrineofhypnos.blogspot.com/)
(mailto:The_pink_lady@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Abril de 2005 às 01:30
Tanta verdade, Henrique, no teu texto. Aguardemos.
Um Bjoamita
(http://brancoepreto.blogs.sapo.pt)
(mailto:amitaf324@hotmail.com)


De Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 14:41
Agora há que dar-lhe corpo e torná-la uma grande opção estratégica, i.e., agora há que encher aquela sala e tornar a música um símbolo da cultura do Porto (que não partilho ser medíocre, talvez virada para si mesma...)Luis Moutinho
(http://universitas.blogspot.com)
(mailto:luis.moutinho@gmail.com)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

CORREM EM MIM TRÊS RIOS

EM MEMÓRIA E LOUVOR DE AL...

OLHO PARA MIM

FRAGMENTO

VIESTE AVE DE FOGO

NADA É ETERNO

VEM

O AMOR

CANTA CORAÇÃO CANTA

MULHER -LEITO PEQUENO

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds