blog filosófico, cultural e político
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2004
FELICIDADE
«Sermos capazes de nos liquidar por um momento, sermos capazes de nos sacrificar, anos a fio, pelo sorriso de uma mulher - isto é felicidade.»

HERMANN HESSE-Para Ler e Guardar


publicado por henrique doria às 00:05
link do post | comentar | favorito
|

10 comentários:
De Anónimo a 6 de Janeiro de 2005 às 11:46
Claro que, como o Herman Hesse, os homens são capazes de dizer tudo para levarem uma mulher para a cama. Claro que, quando forem encostados à parede, o sorriso da mulher será o que menos importa. Claro que a sua própria satisfação, o seu próprio prazer anularão a presença e a vontade da mulher.
Mas como o erotismo, também o lirismo nos faz falta. Acreditemos, pelo menos, enquanto as lemos, na sinceridade destas palavras.rosa_p
(http://www.rosapurpura.blogs.sapo.pt)
(mailto:rosa_p@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Dezembro de 2004 às 20:21
compatibilizar...sefaxavor
(http://tragameossais.blogspot.com)
(mailto:sefaxavor@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Dezembro de 2004 às 20:20
A felicidade não é tanto o liquidar das vontades por um sorriso, mas o compatibilar de sorrisos por uma vontade... Beijossefaxavor
(http://tragameossais.blogspot.com)
(mailto:sefaxavor@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Dezembro de 2004 às 15:53
Henrique, um santo e feliz natal votos que 2005 lhe traga tudo de bom tudo o que deseja, gostei de ler este seu post de hoje pois eu também penso que nas pequenas coisas se encontra a maior felicidade. Tudo de bom muitas viagens muita sorte mas sempre sempre com saúde e um sorriso. isabel
(http://www.sintonia.blogs.sapo.pt)
(mailto:isabel_espadinha@msn.com)


De Anónimo a 24 de Dezembro de 2004 às 17:40
Menos intenso, por certo, mas por mera graça, com leite-creme e rabanadas, depois do bacalhau cozido, o meu presente de Natal:

POEMINHO

Neste Natal
Afinal
Vou embrulhar o poema
Numa folha de jornal
Vou deixá-lo assim quentinho
Entre passas e azevinho
Regá-lo com um bom vinho
E chamar-lhe poeminho

Decerto que assim tratado
Ficará mais animado
Quem sabe?...
Mais redondinho

Só então o lançarei
Aos quatro ventos da sorte
Para que não perca o Norte
Nem se engane no caminho

Ao bater à tua porta
Recebe-o com carinho
De mim ele leva um abraço
E o papel de jornal
É só p’ra ficar quentinho

Porque afinal
É Natal
E ele é só um poeminho.

- Jorge Castro
Dezembro de 2004
OrCa
(http://sete-mares.blogspot.com)
(mailto:jorcas@netcabo.pt)


De Anónimo a 24 de Dezembro de 2004 às 12:30
Talvez por isso eu goste de homens que me fazem rir!ah ah
Henrique um bom Natal e boas entradas para 2005.Ha muito tempo que nao vinha aqui mas nao te esqueci MAR Y SOL
(http://ricavida.blogs.sapo.pt)
(mailto:lcs32@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Dezembro de 2004 às 19:56
Será isso a felicidade? Dúvidas à parte, venho aqui para lhe desejar um feliz Natal. 1 abraço.corrupto
(http://corrupto.blogs.sapo.pt)
(mailto:josesocrates@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Dezembro de 2004 às 19:51
Feliz Natal!
Um abraço.Jose Duarte
(http://melnofrasco.blogspot.com)
(mailto:jpduarte@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Dezembro de 2004 às 19:48
Questionável esta concepção de felicidade: mas Hesse lá sabia o que o fazia feliz! Eu considero que a felicidade é feita de momentos, mas é algo indefinível e muito subjectivo. Um beijo. Aproveito para te desejar um Feliz Natal.Pink, the Lady
(http://hypnos.blogs.sapo.pt/)
(mailto:The_pink_lady@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Dezembro de 2004 às 13:42
Porque acho que uma felicidade assim é muito redutora...a ti desejo-te um 2005 pleno de inquietaçöes, paixöes avassaladoras, viagens impossíveis e encontros inesperados! besitos!!corpo visivel
(http://www.corpovisivel.blogspot.cm)
(mailto:corpovisivel@yahoo.com)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

CORREM EM MIM TRÊS RIOS

EM MEMÓRIA E LOUVOR DE AL...

OLHO PARA MIM

FRAGMENTO

VIESTE AVE DE FOGO

NADA É ETERNO

VEM

O AMOR

CANTA CORAÇÃO CANTA

MULHER -LEITO PEQUENO

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds