blog filosófico, cultural e político
Sábado, 26 de Junho de 2004
MODESTA PROPOSTA PARA ACABAR COM A CRISE EM PORTUGAL
Dedico esta modesta proposta ao Sr. Dr. PACHECO PEREIRA, Historiador insigne, Político ilustre, Deputado nacional e europeu, Comentador televisivo, Dirigente partidário, Intelectual de uma honestidade a toda a prova, como o provou escrevendo sobre a guerra no Iraque.


O Primeiro-Ministro DURÃO BARROSO deu o exemplo- abandonou o cargo, optando por outro que o tão mal afamado Guterres já tinha rejeitado, quando Primeiro Ministro.
Trata-se de um passo de gigante para a resolução da crise nacional.
Mas dou-me à imodéstia de, com o mesmo objectivo, acrescentar umas sugestões:
1ª A AGRICULTURA SÓ DÁ PREJUÍZO.
ACABE-SE COM ELA, E SUBSTITUA-SE POR FÁTIMA.
Muitos muçulmanos acreditam que não foi a Virgem Maria que apareceu em Fátima,mas sim Fátima, filha de Maomé.
Em vez de se investir na agricultura, invista-se na promoção desta aparição no mundo islâmico, de Marrocos à Indonésia e ainda nas Américas, onde não faltam fanáticos de Ben Laden. Os fundos comunitários seriam mais fáceis de obter e de aplicar.
Transforme-se Fátima numa nova Meca, sem prejuízo das raízes cristãs da Europa, obviamente.Em vez do choque entre civilizações propugnado por Bush, com os resultados conhecidos, teríamos o diálogo de civilizações.
Teríamos então umas centenas de milhões de euros de lucro em Fátima, em vez de uma centenas de milhões de prejuízo na agricultura.
Mas tudo isto só poderia ser alcançado com duas recomendações:
a) Que se decuplicasse, desde já, o tamanho da nova basílica, aproveitando fundos comunitários, enquanto ainda os há, e tendo uma visão económica de longo prazo.
b) Que se retirassem dos livros da Fina d`Armada as passagens em que ela afirma que Lúcia descreveu durante vário anos a Senhora como tendo uma saia acima do joelho. Sem isso estaria instalada a dúvida no mundo islâmico, e o projecto económico não resultaria, ou seria até prejudicial, dado o perigo de atentadas por violação da sagrada imagem de Fátima (filha de Maomé) que tem de ser apresentada se não de véu, pelo menos de shadar.
2. A INDÚSTRIA ENCONTRA-SE EM CRISE PROFUNDA, da qual não haverá meio de sair tão depressa.
PROPONHO QUE SE SUBSTITUA A INDÚSTRIA PELO FADO (exceptuando indústria cervejeira, pelas razões abaixo indicadas).
É mais nacional; é difícil a entrada da concorrência; está a ter cada vez mais consumo por estrangeiros.
E voltamos à questão muçulmana: convencíamos os muçulmanos de que a canção é deles também-o que não seria difícil, porque é, e parece ser, verdade. Dávamos-lhe um perfume de religiosidade islâmica, e trocávamos então fado por petróleo, que é a principal causa da nossa crise económica.
Eram milhões de euros que deixavam de sair, e outros tantos milhões que entravam.
3. O COMÉRCIO ESTÁ DE RASTOS.
SUBSTITUA-SE O COMÉRCIO PELO FUTEBOL (excepto o de comidas e bebidas, pelas razões que abaixo também se expõem). Aí sim, estamos a ganhar, temos garra, somos bons, batemos a concorrência sem apelo nem agravo.
Temos infraestrururas, temos matéria prima de alta qualidade para nós e para exportar.
Assim também se ganhariam milhões sem grande investimento.Os equipamentos, as bolas e as bandeiras viriam da China por uma chinesisse - sendo certo que outra chinesisse é essa história da protecção da nossa indústria têxtil e de confecção, e maior ainda a da troca dos castelos por pagodes.
PEQUENA RECOMENDAÇÃO: tem de ser mantida a indústria cervejeira e o comércio de comidas e bebidas para satisfazer a procura dos estrangeiros que passariam a visitar-nos, em particular dos ingleses. Sustentaria os outros três investimentos, e teria uma rentabilidade ao nível deles.
RESULTADO FINAL:
Poderíamos dispensar de imediato a MANUELA FERREIRA LEITE e o seu Director Geral dos Impostos, que tanto pesam no orçamento, porque o défice orçamental resolvia-se por si: as duas grandes rubricas da despesa nacional reduziam-se imediatamente - a educação e a saúde.
A nova especialização económica não exigiria mais do que o ensino básico, e algum pessoal especializado para Fátima, Fado e Futebol.
Também não seriam necessárias despesas para a saúde: Fátima tornaria muitas desnecessárias. O Fado e o Futebol dar-nos-iam rendimentos para dispensarmos o Serviço Nacional de Saúde que tão dispendioso é para o Estado.
CONDIÇÃO DE SUCESSO DA PROPOSTA:
Que se escolhesse para Primeiro-Ministro o Dr. PEDRO SANTANA LOPES, por três ordens de razões:
Quanto a Fátima é cristão fervoroso, mas também tem quatro mulheres, que são quantas aconselha o Corão.
Quanto ao Fado, melhor que ninguém saberá geri-lo, ele que tão bem toca os trios de Chopin.
Quanto ao Futebol, trata-se de um grande jogador e, como dirigente desportivo, teve garras para dirigir os próprios leões.
Modestamente,
henrique dória.





publicado por henrique doria às 13:02
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 26 de Junho de 2004 às 20:11
Bem, com um nome como este, o blog bem poderia ter alguma coisa a ver com mitologia clássica...Mykas0
(http://fieldoflife.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Mykas0@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Junho de 2004 às 20:03
Adorei o teu texto. Que ironia, caramba! Voltar a Fátima, Fado e Futebol mas numa óptica internacional, quem sabe se não seria a nossa salvação (just kidding...)!:) Um abraçolique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt/)
(mailto:lique2@sapo.pt)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

DESTINADOS À TERRA

CHINESICE

FRAGMENTO

FRAGMENTO

POBRE AVÓ QUE ORA

SOMOS APENAS ÁGUA

FRAGMENTO

FRAGMENTO

CORREM EM MIM TRÊS RIOS

EM MEMÓRIA E LOUVOR DE AL...

arquivos

Dezembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds