blog filosófico, cultural e político
Sábado, 3 de Dezembro de 2005
A TAXA CAMARAE DO PAPA LEÃO X
A Taxa Camarae é uma lista de taxas aplicadas a quem cometesse pecados para ser perdoado e ir para o Céu. O mais flagrante cinismo é a sua característica essencial. Aqui vão algumas dessas taxas, cuja lista foi feita pelo papa Leão X, no ano de 1517.
"1. O eclesiástico que cometa o pecado da carne, seja com freiras, seja com primas, sobrinhas ou afilhadas suas, ou seja, por fim, com qualquer outra mulher, será absolvido, mediante o pagamento de 67 libras e 12 soldos.
2.Se o eclesiástico, além do pecado da fornicação, quiser ser absolvido do pecado contra a natureza ou de bestialidade, deve pagar 219 libras e 15 soldos.Mas se tiver apenas cometido pecado contra a natureza com crianças ou com animais e não com mulheres, pagará unicamente 131 libras e 15 soldos.
3.O sacerdote que desflorar uma virgem, pagará 2 libras e 8 soldos.
4. A religiosa que quiser alcançar a dignidade de abadessa, depois de se ter entregue a um ou mais homens, simultânea ou sucessivamente, quer dentro quer fora do seu convento, pagará 131 libras e 15 soldos.
5. Os sacerdotes que quiserem viver maritalmente com parentes pagarão 76 libras e 1 soldo."
Para além disto, a referida Taxa Camarae permite que quem cometa o assassínio de um filho vá para o céu, desde que pague uma taxa- aliás muito módica quando comparada com as anteriores.
Com um Deus assim, como não preferir a Terra ao Céu?


publicado por henrique doria às 15:15
link do post | comentar | favorito
|

9 comentários:
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2005 às 10:51
Este texto reflecte o que já se sabe, da mentalidade da época; escolheste-o para quê? para justificar a existência de Deus, ou para não a justificar? é que quem o escreveu foram os homens "sábios" da época;
não se misturem as coisas; Existiram e existem ainda homens que não se regem por ideologias, mas pela fé;
Existem homens "bons"; Eu acredito num Deus superior, que está no nosso interior, e que nos rege,
sobretudo pela nossa consciência; Não se misture politica com verdade;
Aliás a atender a questões de política, penso que seria coerente ao Deus inexistente dos descrentes,
repartir o dinheiro dos pecados, que não têem.....pelos que têem menos, devia ser essa a sua coerência de vida, mediante as teorias de "gauche" que apregoam........e com isto deixo-te;
Um beijo. BiaBia
</a>
(mailto:apinto@fep.up.pt)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 20:44
E o mais interessante é que as pessoas acreditavam nisso e faziam grandes sacrificios para pagar porque tinham medo de ir para o inferno. lol beijos Ana
(http://apoisongirl.blogs.sapo.pt)
(mailto:a.scorpiona@sapo.pt)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 20:10
Tens razão, Henrique, a tua pergunta final é a resposta.
Beijo e bom início de semana.:)andorinha
(http://mordideladecachorro.blogspot.com)
(mailto:modetecoelho@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 17:55
FELICIDADE

Pensas que precisas disto e daquilo para ser feliz. Mas independentemente de quantos desejos sejam satisfeitos, jamais terás felicidade através deles. Quanto mais tiveres, mais haverás de querer. Aprende a viver com simplicidade. O Senhor Krishna disse: "Está plena de satisfação a mente daquele cujos desejos fluem para dentro de si mesmo. Este homem é como um oceano imutável, mantido cheio até as bordas pelos rios constantemente ali desaguando. Aquele que abre furos de desejos no seu reservatório de paz, deixando escapar suas águas, não é um "muni"(um monge que observa mauna, silêncio espiritual. A palavra sânscrita muni tem parentesco com a grega monos, "sozinho, único", da qual derivam as palavras inglesas monk - monge - e monism - monismo). Paramahansa Yogananda


Um bom inicio de semana beijokasDeusa da Lua
(http://www.olimpo2.blogs.sapo.pt)
(mailto:deusa_carnal@sapo.pt)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 17:55
FELICIDADE

Pensas que precisas disto e daquilo para ser feliz. Mas independentemente de quantos desejos sejam satisfeitos, jamais terás felicidade através deles. Quanto mais tiveres, mais haverás de querer. Aprende a viver com simplicidade. O Senhor Krishna disse: "Está plena de satisfação a mente daquele cujos desejos fluem para dentro de si mesmo. Este homem é como um oceano imutável, mantido cheio até as bordas pelos rios constantemente ali desaguando. Aquele que abre furos de desejos no seu reservatório de paz, deixando escapar suas águas, não é um "muni"(um monge que observa mauna, silêncio espiritual. A palavra sânscrita muni tem parentesco com a grega monos, "sozinho, único", da qual derivam as palavras inglesas monk - monge - e monism - monismo). Paramahansa Yogananda


Um bom inicio de semana beijokasDeusa da Lua
(http://www.olimpo2.blogs.sapo.pt)
(mailto:deusa_carnal@sapo.pt)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 17:55
FELICIDADE

Pensas que precisas disto e daquilo para ser feliz. Mas independentemente de quantos desejos sejam satisfeitos, jamais terás felicidade através deles. Quanto mais tiveres, mais haverás de querer. Aprende a viver com simplicidade. O Senhor Krishna disse: "Está plena de satisfação a mente daquele cujos desejos fluem para dentro de si mesmo. Este homem é como um oceano imutável, mantido cheio até as bordas pelos rios constantemente ali desaguando. Aquele que abre furos de desejos no seu reservatório de paz, deixando escapar suas águas, não é um "muni"(um monge que observa mauna, silêncio espiritual. A palavra sânscrita muni tem parentesco com a grega monos, "sozinho, único", da qual derivam as palavras inglesas monk - monge - e monism - monismo). Paramahansa Yogananda


Um bom inicio de semana beijokasDeusa da Lua
(http://www.olimpo2.blogs.sapo.pt)
(mailto:deusa_carnal@sapo.pt)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 16:21
Do amor que ganho por viver a vida,
reservo um pouco para a poesia.
O coração recebe extra medida
e a sobra gasto com a fantasia.

Garanto amor só para amar meu chão,
a casa que mais tem jeito de céu,
e o homem que seduz meu coração,
as filhas de cabelos cor de mel.

Reservo amor que trago em bagagens,
de sonhos claros que a noite atiça,
ou dos caminhos que cruzo em viagens
onde não custa amar mais a preguiça.

Assim do amor aplico todo excesso,
sem a menor fração desperdiçar;
e sigo amando mais e recomeço,
mostrando a arte de viver de amar.

gostei mt do teu blog..ta mt interesante e tem imagens mt bonitas
espero por ti no meu tambem
http://fantasyas.blogs.sapo.pt
deixa la a tua fantasya =)marta
(http://fantasyas.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro21@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 15:41
Em 1517 havia ainda muito pouco passado sobre a longa e cheia de trevas noite da Idade Media. O medo, o medo e as suas compulsões...afinal tão venal para os seus administradores!
Um abraçoJose Duarte
(http://melnofrasco.blogspot.com)
(mailto:josepduarte@clix.pt)


De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 15:34
O post é interessante, caro Henrique. Acontece que quem escreveu estas "leis" não foi Deus, foram homens e pecadores, apesar de serem homens da Igreja!

Um beijo e boa semanaPink
(http://firebud.blogspot.com/)
(mailto:the_pink_lady@sapo.pt)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

CORREM EM MIM TRÊS RIOS

EM MEMÓRIA E LOUVOR DE AL...

OLHO PARA MIM

FRAGMENTO

VIESTE AVE DE FOGO

NADA É ETERNO

VEM

O AMOR

CANTA CORAÇÃO CANTA

MULHER -LEITO PEQUENO

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds