blog filosófico, cultural e político
Segunda-feira, 12 de Setembro de 2005
A NOITE APOIA-SE SOBRE OS OMBROS
A noite apoia-se sobre os ombros
Subitamente mais doce que o amanhecer.

Lábios percorrendo o rio
Medalhões de ouro
Solidão erguida
Frente a outra Solidão
Mãos que se estendem
À Ursa Maior...

Esquece-se o universo
As leis o pensamento a amargura.

Pórtico de gnomo
E átrio do cíclope
Nos hã-de conduzir à eternidade.

HENRIQUE DÓRIA-Círculo da Terra



publicado por henrique doria às 00:02
link do post | comentar | favorito

12 comentários:
De Anónimo a 9 de Outubro de 2005 às 14:51
Belo. Belíssimo, aliás.

Curioso verificar que o interpreto de forma totalmente oposta dos autores dos comentários anteriores.

Não me parece um poema sobre a solidão, mas sobre a união.Sandra
(http://www.cobrecanela.blospot.com)
(mailto:sandrafeliciano@netcabo.pt)


De Anónimo a 28 de Setembro de 2005 às 18:02
Só hoje tive hipótese de saborear este novo poema, lindo e triste, mas é assim a noite, solitária e
solidária...qual solidão "erguida frente a outra solidão", um beijo;Aguardo o amanhecer, BiaBia
</a>
(mailto:apinto@fep.up.pt)


De Anónimo a 23 de Setembro de 2005 às 22:22
A noite, Henrique, é tão cúmplice e tão libertadora... Bjinhos. Adorei esta poemaamita
(http://branco-e-preto.blogspot.com)
(mailto:amitaf324@hotmail.com)


De Anónimo a 20 de Setembro de 2005 às 00:13
o meu e-mail é o sandropires@yahoo.com...desculpa não te ter enviado mais cedo...um TAF...Geosapiens
(http://geosapiens.blogspot.com)
(mailto:sandropires@yahoo.com)


De Anónimo a 17 de Setembro de 2005 às 23:44
Noite que traz a solidão ... mas nos faz sentir parte desse Universo. Podemos embarcar nela e a noite ser doce.
Um beijoPink
(http://shrineofhypnos.blogspot.com/)
(mailto:the_pink_lady@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Setembro de 2005 às 17:16
Bom dia Henrique, manda-me o teu e-mail para te poder enviar as fotos do jantar. (yulunga1@sapo.pt)yulunga
(http://yulunga.blogs.sapo.pt)
(mailto:yulunga1@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Setembro de 2005 às 14:57
Bom dia Henrique. Apareço para dizer que foi um enorme prazer conhecer-te. És uma pessoa com uma cultura geral vastissima e com um ar que transmite uma calma enorme. Pena que o relógio não tenha andado mais lento. Mas tenho esperança que outros jantares se efectuem, para que nos possamos deliciar novamente uns com os outros. Beijo grande.yulunga
(http://yulunga.blogs.sapo.pt)
(mailto:yulunga1@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Setembro de 2005 às 01:35
Belo poema meu caro amigo!
taf

J.Msalsapica
(http://salsapica.blogspot.com)
(mailto:arcubano@gmail.com)


De Anónimo a 13 de Setembro de 2005 às 00:14
Terias falta injustificada, mas pelo bonito texto de hoje estás perdoado:)lazuli
(http://mylazuli.blospot.com)
(mailto:mybluee@hotmail.com)


De Anónimo a 12 de Setembro de 2005 às 22:58
Olá Henrique! Gostei muito de o conhecer no jantar do Murcon. E não pude deixar de comentar o seu belo poema.
Às vezes parece que a noite reforça a solidão, mas outras noites há em que se torna cúmplice e companheira em momentos únicos e especiais. Quase nos conduzindo mesmo à eternidade...

Beijo ***Cláudia
(http://asconversas.blogspot.com)
(mailto:claudiacosta80@hotmail.com)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

27
28


posts recentes

FRAGMENTO

AS CRIANÇAS QUE PASSAM

DESTINADOS À TERRA

CHINESICE

FRAGMENTO

FRAGMENTO

POBRE AVÓ QUE ORA

SOMOS APENAS ÁGUA

FRAGMENTO

FRAGMENTO

arquivos

Fevereiro 2018

Dezembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds